Que o xadrez faz parte do nosso guarda roupa há tempos todo mundo já sabe. Não apenas no das mulheres, mas, também no dos homens. Mas, para esta temporada, o xadrez tartan volta com força total e tem para todas as mulheres.

 

 

Engana-se quem pensa que o xadrez faz parte somente no inverno, atualmente, ele foi visto em vários desfiles nacionais e internacionais e marca presença em nosso próximo verão!

 

Christopher Kane Resort 2017.

 

Balmain Resort 2017.

 

Para o verão 2017, o xadrez da vez é o tartan – padronagem tradicional dos kilts escoceses, composto por linhas de diferentes cores e espessuras.

 

Gucci Resort 2017.

 

Rosie Assoulin Resort 2017.

 

O mais legal e a grande novidade para a estação mais quente, é criar um mix com o xadrez e outras estampas e texturas. Pode ser xadrez com flores, xadrez com outros grafismos (clique aqui e leia nosso post sobre o grafismo moderno – outra grande tendência para o verão), xadrez com xadrez. Mas lembre-se, cuidado para não exagerar e ficar com o look caricato.

 

Chanel Resort 2017.

 

Suno Resort 2017.

 

Alexander McQueen Resort 2017.

 

Marco de Vincenzo Resort 2017.

 

No xadrez tartan, a cor mais explorada é o vermelho, mas ele tem aparecido em distintos tons e em diferentes cartelas, com combinações mais vibrantes, com bases off-white – criando looks modernos, ou mais clássicas e fechadas, com bases mais escuras. O xadrez tartan é uma estampa democrática e não faz restrições de silhuetas ou momentos para o seu uso. Vale a imaginação e arrasar na hora de criar o seu look!

Céline Fall 2013.

 

Para quem não sabe, as estampas geométricas fazem parte da historia humana há anos. Na historia da moda ocidental, a origem do xadrez aparece até na Idade do Ferro (700 – 50 a.C.) no Norte da Europa, nos pântanos da Dinamarca e Alemanha. Muitas pesquisas arqueológicas escavaram vários sacrifícios humanos, nos quais era possível identificar as padronagens têxteis das roupas que as vítimas usavam. Estas se compunham quase exclusivamente de tecidos xadrez em fio de lã, tecido em forma de losango (2×2 cruzado).

 

Crash de estampas com o xadrez tartan.

 

Antigamente, os pigmentos de base vegetal davam a cor na lã, que era naturalmente branca. Um manto encontrado na Alemanha em Thorsberg, comprova uma padronagem xadrez combinando três tons de azul; já a roupa de uma jovem na Dinamarca, era combinada com uma saia e blusa em xadrez azul e vermelho com um barrado em xadrez vermelho e branco. Hoje este xadrez vermelho e branco é conhecido por padronagem “Medevisquare” e considerado como a marca registrada do xadrez sueco, assim como a padronagem xadrez branco e preto é conhecido como “Vichy”.

 

Xadrez com xadrez.

 

Existe a prova da existência de tartans que datam do século 3 a.C.. Como símbolos dos clãs escoceses, os tartans, começaram a ser usados apenas no século XVIII. Em 1840, as visitas frequentes da Rainha Vitória a sua propriedade em Balmoral na Escócia, incentivaram a moda de roupas em Tartan. Após a segunda grande guerra mundial, kilts e saias de tartan tornaram-se febre e populares.

 

 

Escavações arqueológicas, perto de Falkirk descobriram um jarro de terracota com moedas de prata, no qual um pedaço de pano xadrez, nas cores marrom e branco, fora usado com tampa. Referências à tartans ocorrem em vários documentos, pinturas e ilustrações. Uma carta patente em favor de Hector MacLean of Duart, de 1587, garante a concessão de terras em Islay e detalha o pagamento de 60 ells de tecido nas cores branco, preto e verde – que são as cores do tartan de caça do clã MacLean of Duart.

 

Quem disse que não pode misturar estampas e padronagens com o xadrez? Inspire-se!

 

As bolsas entram como um complemento mais que especial: vale as lisas, e até mesmo as com texturas trabalhadas e estampas gráficas para criar um visual contemporâneo e fresh. Veja abaixo a nossa sugestão com as bolsas Smartbag:

 

 

Bolsa croco.

Bolsa saco tressê tribal em couro.

Bolsa transversal tressê chocolate.

Bolsa em couro tiracolo branca.

Bolsa trançado em couro royal.

Bolsa em couro tricolor taupe e preto.

Veja também

TREND COLORS: fuja do óbvio com as cores primárias

Leia mais

OSCAR 2018: do red carpet para vida real

Leia mais
Voltar ao topo